A caverna secreta

A caverna secreta

 

Bem alto num rochedo, por cima do mar resplandecente, o João encontrou um caminho por entre a erva alta, as borboletas e o tojo.

Segurou a mão do pai com força e ambos desceram a custo.

— Olha, pai — exclamou o João. — Uma praia!

Por entre os rochedos, viram a praia, que estava deserta, secreta e silenciosa. O João correu sobre as pedras quentes, as algas quebradiças e as ondas que lavavam a areia.

De repente, junto aos rochedos, viu uma caverna – escura, misteriosa, escondida.

Quem teria lá vivido? Quem viveria lá agora?

O cheiro escuro e húmido do mar fê-lo imaginar... Será que, outrora, os piratas escondiam ali

os tesouros, para depois regressarem aos navios e navegarem para longe?

ler...